Scroll Top

Blog Sua vida

Que venha 2014!

Mais um ano se passou, mais um ano se inicia. O ser humano é o único animal que conta o tempo e fecha ciclos. O final do ano é o momento em que todos param e pensam em suas vidas. A virada do calendário é um alerta de que o tempo passa. Para todos.

Todos se angustiam com a passagem do tempo. Alguns disfarçam, outros não. Ontem éramos crianças. Hoje somos jovens, ou adultos, ou velhos. Reencontramos uma pessoa que há muito não víamos, e pensamos: “como envelheceu!”. E este pensamento volta como um bumerangue: “como envelheci!”. Lançamos mão do socialmente correto “você não mudou nada!” para não ceder à dura realidade: o tempo passa. Para todos.

O tempo não só passa. A passagem do tempo se acelera ao longo dos anos. Um ano demora muito a passar para uma criança. Para um adulto, um ano passa num piscar de olhos. E esse piscar é cada vez mais rápido.

A virada do ano quebra a monotonia da passagem dos dias. Acordar, comer, trabalhar, divertir-se, dormir. Esta rotina, do berço ao cemitério, é questionada, na virada do ano, pelos homens sãos. Afinal, qual o sentido disso tudo? O ser humano é um animal em busca de sentido.

Este é um blog sobre finanças. Basta ler os posts para sacar que sou insuspeito do crime de não gostar de dinheiro. Mas viver para ganhar dinheiro não parece ser um sentido da vida que faça sentido. Caixão não tem gaveta, já dizia a minha avó. Há, muitas vezes, uma preocupação excessiva por ganhar dinheiro com investimentos, quando a preocupação deveria ser para que vai servir aquele dinheiro. Desculpem-me ser óbvio: dinheiro é um meio, nunca um fim em si mesmo.

Aliás, o mesmo vale para os dias, os meses, os anos. O tempo é um meio, não um fim em si mesmo. A grande angústia do ser humano é que o tempo escorre por entre os dedos, e não há nada que se possa fazer a respeito. O tempo é como o dinheiro: é preciso usá-lo com sabedoria, e não apenas empilhá-lo. O objetivo da vida deve ser, ou deveria ser, algo que transcende o tempo e o dinheiro. Algo que cada um deve descobrir, em uma resposta pessoal, intransferível. No final do dia, ou da vida, cada um é dono do seu próprio destino.

Um Feliz 2014 para cada um de vocês!

Crédito do thumbnail: Free Digital Photos / Autor: Serge Bertasius Photography

 

Gostou? Compartilhe aqui!
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrmailFacebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrmail

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Luciene disse:

    Adorei ! “O tempo é como o dinheiro: é preciso usá-lo com sabedoria, e não apenas empilhá-lo.”

    Que venha 2014!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.