Scroll Top

Blog Seus investimentos

As novas regras da Caderneta de Poupança

Como prevíamos em 12 de março (O fim da Caderneta de Poupança como a conhecemos), as regras do investimento mais popular do país foram alteradas. Parabéns para a presidente, que teve a coragem política de proceder a uma mudança há muito necessária.

Quais são as novas regras? Simples: para depósitos na Caderneta a partir de amanhã, toda vez que a SELIC for 8,50% ou menos, a remuneração será de 70% da SELIC mais a TR. Fazendo uma conta simples: com a SELIC a 8,50%, a remuneração passaria a ser de 5,95% ao ano mais a TR (hoje é de 6,17% ao ano mais TR). Portanto, a remuneração de 6,17% mais TR passa a ser um teto. O que isso significa?

Vejamos, em primeiro lugar, qual era o efeito da regra anterior, comparando a Poupança com os Fundos DI (este mesmo gráfico foi publicado no post citado acima):

Note que, pelas regras anteriores, a partir de uma SELIC de 8,50%, a Caderneta passava a ser mais rentável (considerando uma TR de 1% ao ano) do que um Fundo DI com taxa de 0,5%. Portanto, esse patamar de 8,50% não é arbitrário. Foi escolhido para que a Poupança perca atratividade a partir do patamar em que rende mais que um fundo DI bem barato.

Pois bem, e como fica com as novas regras? Vejamos o gráfico a seguir:

Este gráfico foi gerado com uma TR ainda de 1% ao ano, apenas para comparação com o gráfico anterior. Como a TR esperada é zero para SELIC de 8,50% ou menos, Fundos DI com taxas maiores que 1% ao ano perdem da Caderneta de Poupança, considerando alíquota de IR de 20%, conforme podemos ver no gráfico abaixo:

PS.: Todo o raciocínio acima foi feito com Fundos DI, mas serve também para o Tesouro Direto. As corretoras cobram de 0,3% a 1% ao ano de taxa de custódia, o que equivale aos fundos DI mais baratos.

Gostou? Compartilhe aqui!
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrmailFacebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrmail

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

18 Comentários

  1. laurarichene.blogspot.com.br disse:

    Não gosto da poupança. Além da baixa rentabilidade, o pagamento dos juros é feito apenas uma vez por mês. Se eu precisar sacar faltando um dia, eu perco o mês inteiro de rendimento 🙁

  2. Marcelo N. Santos disse:

    Para complementar a resposta ao Bruno, como ele já tem o valor de 20mil na poupança, a taxa de remuneração para este valor continuará sendo 6,17% + TR, pois a nova regra só vale para depósitos novos, a partir da data 04/05/2012.
    Fonte: http://g1.globo.com/economia/noticia/2012/05/g1-responde-duvidas-dos-internautas-sobre-mudancas-na-poupanca.html

  3. Bruno disse:

    **Guterman desconsiderar a duvida anterior o correto é CDI , eles garantem 92%

    Guterman, só para finalizar o pensamento. Você acredita que para esse cenário onde saco o rendimento mensal da aplicação a melhor opção nesse momento do mercado é o CDI?

    Desculpe-me a inexperiência, mas com essa aplicação de 20 mil no CDI ficaria interessante sacar a cada 30 dias o rendimento da aplicação para bancar parte minha especialização?

    Alias eu posso fazer isso no CDI, esperar 30 dias e sacar o rendimento?

    • Marcelo Guterman disse:

      Bruno, apenas para deixar claro, o CDB é o instrumento que você usa para investir (você compra e vende o CDB), e CDI é a sua remuneração. Portanto, você investe no CDB. Quanto à possibilidade de sacar do CDB a cada 30 dias, você precisa ver com o seu banco. Normalmente é possível sim.

  4. Bruno disse:

    Guterman, só para finalizar o pensamento. Você acredita que para esse cenário onde saco o rendimento mensal da aplicação a melhor opção nesse momento do mercado é o CDB?

    Desculpe-me a inexperiência, mas com essa aplicação de 20 mil no CDB ficaria interessante sacar a cada 30 dias o rendimento da aplicação para bancar parte minha especialização?

    Alias eu posso fazer isso no CDB, esperar 30 dias e sacar o rendimento?

  5. ANTONIO disse:

    GUTERMAN
    PARABENS PELO ARTIGO….DEVEMOS CONSIDERAR QUE 99,9999999999999999999 DA POPULAÇÃO QUE APLICA
    EM POUPANÇA NÃO SABE O O QUE É SELIC, CDI, TAXA DE
    ADMINISTRAÇÃO E TUDO MAIS….
    ABRAÇOS

  6. Antonio disse:

    Por que a TR é zero pra SELIC < 8.50% ???

    • Marcelo Guterman disse:

      A TR é calculada com base em uma taxa média dos CDBs, da qual se desconta um fator. Este fator é maior do que 8,5%, fazendo com que a TR fique negativa para taxas menores que este nível. Quando isso acontece, a TR é definida como zero.

  7. Bruno disse:

    Guterman, tenho hoje 20 mil reias aplicado na poupança. Com o rendimento mensal eu saco para pagar parte do meu curso de especialização.
    Gostaria de saber sua ideia para esse valor, continuo na poupança ou aplico no CDB da minha cooperativa Sicoob que me garante 97% do Di
    Obrigado!!!.

    • Marcelo Guterman disse:

      Bruno, com a SELIC a 9%, e considerando que o CDI rende o mesmo, esse CDB vai render por volta de 8,73% bruto. Considerando que você está há menos de 6 meses aplicado, sua alíquota é de 22,5% e, portanto, seu rendimento líquido será de 6,77%. A Caderneta deve estar pagando algo como 6,17% + 0,25%, ou 6,42%. Portanto, hoje valeria a pena migrar para o CDB.
      Quando a SELIC cair para 8,5%, o CDB vai render, líquido, 6,39%. A poupança vai render 70% da SELIC, ou 5,95%. Portanto, continuará valendo a pena o CDB.
      A conta mais genérica é a seguinte: um CDB deveria render 90,3% do CDI (70% / 0,85) para empatar com a poupança, caso o CDB tenha menos de 6 meses.

  8. Jason disse:

    Como a regra só vale para selic a 8,50% ou menos e nessa taxa a TR é zero, não faz sentido manter a TR.
    Agora só falta baixar as taxas de administração dos fundos e os impostos. Juros de 1º mundo não combinam com custos de 3º.

  9. Ricardo disse:

    Este site tem um cálculo da TR, não sei se é o mais atualizado.

    http://www.cosif.com.br/mostra.asp?arquivo=mni061700

    Não conhecço bem estas fórmulas , mas talvez estajamos chegando no juros onde a TR é zero.

  10. Sir Income disse:

    Guterman,

    O fundo ainda leva a desvantagem do come-cotas. Sendo taxas equivalentes, poupança é vantajoso. Talvez poucas pessoas atente a este fato.

    Abraços,
    Sir Income

    • Marcelo Guterman disse:

      Sir Income, você tem razão. Mas o efeito do come-cotas no aumento da alíquota efetiva é negligível no curto prazo. A esse respeito veja o post O efeito do come-cotas no retorno dos fundos de renda fixa, e os comentários.
      Há uma outra vantagem dos fundos, que eu não abordei porque não era o foco, que é a liquidez diária. A poupança perde rendimento se não for resgatada no dia do seu aniversário. A importância dessa perda é inversamente proporcional ao tempo investido.
      Abraço e obrigado pela colaboração.

  11. Marcus disse:

    Até semana passada, quando fiz uma simulação, 90% dos títulos do tesouro eram mais vantajosos que a caderneta (considerando uma taxa de custódia de 0,2% aa).

    O que gostaria de ver simulado é o comportamento do CDI nesse novo cenário … nas taxas de março, o CDB ainda remunerava bem melhor.

    Tem como simular o CDI ?

  12. Juliano disse:

    Prezado Guterman

    Como ficaria a TR num cenário de juros baixos e inflação alta?

    Parece que a TR é calculada de acordo com o CDB, mas quais fatores influenciam mais?

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.