Scroll Top

Como fazer um orçamento

10. Registrando as suas receitas

Qualquer orçamento começa pelas receitas disponíveis para você gastar. Todo dinheiro que não existia antes e passa a existir é chamada de receita. Estas receitas podem ocorrer no mesmo mês em que você tem as suas despesas, ou podem ser carregadas de meses anteriores. Há basicamente cinco tipos de receitas:

  1. Salários, Ticket Alimentação, Pró-Labore, Bicos, Dividendos, etc: são as receitas propriamente ditas, frutos do seu trabalho atual ou passado.
  2. Rendimentos de Investimentos de Curto Prazo: vimos no treinamento 8 – Acompanhando os seus investimentos que devemos ajustar semanalmente o saldo dos investimentos de curto prazo (aqueles que fazem parte do seu orçamento do dia-a-dia) pelos rendimentos (juros) recebidos. Estes rendimentos entram como uma receita, que pode ser usada no seu orçamento.
  3. Resgate de Investimentos de Longo Prazo: também vimos no treinamento 8 – Acompanhando os seus investimentos que os investimentos de longo prazo não fazem parte (ou não deveriam fazer parte) do seu orçamento do dia-a-dia. Assim, quando você resgata um investimento desse tipo, este dinheiro entra como uma receita extra, pois não existia antes disponível.
  4. Empréstimos: os empréstimos representam dinheiro novo no seu orçamento. São uma dívida, porém diferente do cheque especial ou do cartão de crédito, pois trata-se de um fluxo novo de recursos que entra na sua conta corrente. Vimos isso em detalhe no treinamento 7 – Mantendo suas dívidas sob controle.
  5. Reembolsos de despesas: este tipo de receita pode ser contabilizada de duas maneiras: como uma receita propriamente dita ou como um reembolso. A escolha de um ou outro vai depender do seu objetivo. Digamos, por exemplo, que você tem um seguro saúde que lhe reembolsa suas despesas médicas. Se você contabiliza esses reembolsos como receitas, a despesa médica correspondente será verdadeiramente uma despesa, e você terá a informação de como seriam as suas despesas se não houvesse o reembolso. Por outro lado, se você classifica essess reembolsos na categoria de despesas médicas, essas despesas aparecerão pelo seu valor líquido (despesa menos reembolso), dando uma noção de quais são os seus gastos efetivos com despesas médicas (afinal, você não teria aquele reembolso se não fosse a despesa correspondente). Eu particularmente prefiro esta última forma de contabilização.

No vídeo a seguir, veremos como registrar suas receitas no YNAB4.

Se você quiser adquirir o YNAB4, basta clicar no botão a seguir:

Eu quero o YNAB4!

(Atenção: foi lançada uma nova versão do YNAB4, chamada simplesmente de YNAB. O treinamento deste site foi desenhado para o YNAB4, e não para a nova versão).

 

Gostou? Compartilhe aqui!
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrmailFacebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrmail

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.